Tribuna Tech Notícias
Notícias

Quebra de banco ligado a empresas de tecnologia nos EUA gera preocupação mundial

A quebra de um banco ligado a empresas de tecnologia nos Estados Unidos despertou uma preocupação no mundo inteiro. Foi a segunda maior falência de um banco americano na história.

As filas eram enormes nesta sexta-feira (10), mas as porta já estavam fechadas. Muita gente ficou sem conseguir sacar o dinheiro.

O próprio nome deixa claro quem são as principais vítimas: Banco do Vale do Silício, a região da Califórnia que concentra as empresas de tecnologia. Segundo o próprio banco, eles guardavam o dinheiro de metade de todas as startups americanas, que são empresas que começam pequenas, geralmente sem dar lucro, mas que recebem milhões de dólares em investimentos porque têm uma ideia inovadora com potencial de crescer muito, e muito rapidamente.

Durante anos, o banco concedeu empréstimos a juros baixos. Só que, há um ano, o FED, o Banco Central Americano, começou a subir a taxa de juros para conter a inflação. E o que todo banco faz é pegar o dinheiro dos clientes e aplicar em outros investimentos.

Com a alta dos juros, esses investimentos passaram a render menos e o Silicon Valley Bank teve que fazer transações financeiras para manter suas obrigações cotidianas. Como essas transações trouxeram prejuízo, houve uma crise de confiança e os clientes correram para tirar o dinheiro rápido dali. Só na quinta-feira (9), sacaram US$ 42 bilhões e o banco entrou no vermelho.

Na sexta, o governo americano fechou o banco antes da falência, se apropriou do que ainda restava dos US$ 209 bilhões que o banco declarou ter em ativos no final do ano passado.

Os clientes têm assegurados saques de até US$ 250 mil, mas a própria natureza das startups é que as movimentações delas são milionárias. Ashley, por exemplo, que tem uma empresa de entrega de comida, conta que não conseguiu sacar US$ 10 milhões.

Muitas empresas podem não conseguir nem pagar os funcionários e já não são atendidas pelos fornecedores.

Esse é o segundo maior banco da história dos Estados Unidos a quebrar. Só perde para o Washington Mutual, que faliu durante a crise econômica de 2008.

O governo americano tenta acalmar o mercado: diz que os grandes bancos tem dinheiro suficiente para continuar cumprindo suas obrigações, mesmo que a taxa de juros continue a subir. Que os grandes afetados serão os bancos especializados, como o Silicon Valley Bank. Mas, como nesse caso, tudo depende da confiança das pessoas que tem o dinheiro no banco.

Related posts

Cistos Ovarianos: Diagnóstico Preciso e Opções de Tratamento

Rollang Barros Tenis

As reviravoltas mais chocantes em filmes e séries, com Nathalia Belletato: quando o inesperado acontece!

Rollang Barros Tenis

Alimentos que você deve evitar durante o emagrecimento, com José Miguel Saud Morheb

Rollang Barros Tenis