Tribuna Tech Notícias
Notícias

Depressão pós-parto: uma das fases negativas na vida da mulher

Dr. Orcione Ferreira Guimarães Júnior

Você com certeza já deve saber que a depressão pós-parto é uma das coisas mais comuns que existem no corpo feminino, não é? Como médico, o Dr. Orcione Ferreira Guimarães Júnior acredita que muitas mulheres ainda não entendem muito bem sobre esse período e, infelizmente, passam por essa infeliz fase da pior forma possível. Sendo assim, leia este artigo para entender tudo sobre essa doença e fique por dentro de todos os efeitos que a depressão pós parto causa.

Sobre o corpo feminino

Quando falamos sobre o corpo feminino, não podemos esquecer dos cuidados essenciais que devemos ter para evitar qualquer ocorrência de possíveis doenças específicas ao corpo feminino. Sendo assim, é  importante estar em constante acompanhamento médico para identificar qualquer anormalidade, além de ser  melhor para ter diagnósticos prévios caso tenha qualquer alteração nos resultados. 

Orcione  Guimarães Júnior, como um especialista da saúde feminina, acredita que o corpo da mulher é bem mais complexo do que o corpo masculino, isto é, ele possui diversas brechas para problemas, dos mais sérios até os mais simples. Por isso, o contato frequente com um ginecologista e obstetra é sempre recomendado, além da bateria de exames anual.

Mudanças durante a gravidez

Para as mulheres, a gravidez é bastante relativa, ou seja, para algumas pode ser um pesadelo, já para outras, um sonho. Porém, quando é identificado o crescimento do feto, é aí que podemos ver as mudanças corporais acontecendo, como por exemplo: inchaço, dores, queda de cabelo, estresse e principalmente as famosas alterações hormonais. 

Depressão pós-parto

Infelizmente, segundo Orcione Ferreira Guimarães Júnior, a depressão pós-parto é um dos fatores mais comuns depois que todas as alterações da gravidez passam. Por isso, o apoio psicológico e acompanhamento médico é importante. A depressão pós-parto é recorrente em pelo menos 40% das mulheres que engravidam, principalmente depois de uma gravidez indesejada.

A depressão pós-parto pode ser resultado da  recorrência dos baixos níveis hormonais, que acontecem depois da gravidez. Além disso, com uma gravidez indesejada também tem a parte da aceitação do bebê por parte da mãe, o que muitas vezes é difícil. A parte da aceitação deve ser acompanhada constantemente por um profissional.

A ajuda de um especialista é necessária!

Com isso, Orcione Guimarães Júnior acredita que todas as mulheres devem fazer acompanhamento médico antes, durante e depois da gravidez, principalmente quando falamos sobre o acompanhamento psicológico, que não deixa de ser importante. Por isso, consultar seu especialista é essencial para relatar todas as mudanças e incômodos desse período.

Related posts

Conheça o caso da disputa empresarial e o papel do Direito Societário

Rollang Barros Tenis

A História da Harley-Davidson: Como uma Marca se Tornou um Ícone da Cultura Americana

Rollang Barros Tenis

Tão importante quanto o piloto, uso da inteligência artificial pode ajudar a definir vencedores na Fórmula 1

Rollang Barros Tenis